SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Programa Piracicaba com Saúde entrega prêmio a escolas vencedoras

12 de dezembro de 2017 • André Cruz
Este ano, o tema desenvolvido pela CPAN foi Trocas Saudáveis - Comida de Verdade   Texto e fotos: Romualdo da Cruz Filho As três escolas da rede municipal de ensino, melhores classificadas no Programa Piracicaba com Saúde: é hora de comer melhor! – organizado desde 2011 pela Coordenadoria em Programas de Alimentação e Nutrição (CPAN), ligada à Secretaria de Saúde –, foram homenageadas ontem (12/12), no gabinete do prefeito Barjas Negri, e receberam prêmio pelo desempenho. Angelo Zoccante Filho, do Jardim Oriente, ficou em primeiro lugar, Beatriz Aparecida Defante, da Vila Sônia, em segundo, e Enedina Lourenço Vieira, jardim Planalto, conseguiu a terceira posição. Este ano, o tema desenvolvido foi Trocas Saudáveis - Comida de Verdade. Ana Paula Pizzoquero, diretora da Beatriz Aparecida Defante, disse que uma das ideias executadas foi melhorar a qualidade nutricional a partir de alimentos que as crianças gostavam muito. “Descobrimos que adoravam sorvete. Fizemos então sorvete com a própria fruta, fizemos biscoitos, trocamos refrigerante por suco etc. O maior desafio foi fazê-las experimentar algo que não estavam acostumadas a comer, como frutas e legumes. Mas aos poucos conseguimos avanços, pois as crianças também levavam os novos conhecimentos sobre alimentação saudável para a família, com efeito multiplicador”. Érica Regina Calderan Canale, diretora da Enedina Lourenço Vieira, disse que procuraram aliar atividades em andamento na escola com a questão alimentar. Quando o assunto era Brasil, apresentávamos frutas brasileiras, como laranja, limão e abacate. Fizemos danoninho, bolo de mandioca e de milho. Os pais também participaram, tomando chá gelado e suco no lugar de refrigerante”. Jacqueline Valério, diretora da escola Angelo Zoccante Filho, contou o choque de sua equipe de professores quando perceberam o problema grave que teriam de enfrentar em relação ao que os pais entendiam por alimentação. “Para se ter uma ideia, as crianças chegavam com refrigerante na mamadeira, suco tangue, danoninho etc. Fizemos um grande trabalho para tentar reverter esse quadro. A mudança não é rápida, mas acreditamos ter plantado uma sementinha, cuja planta vai crescer ano a ano”. O secretário de Saúde, dr. Pedro Mello, disse da importância do programa para tentar reverter um cenário assustador, visto que 70% da população brasileira já estão no sobrepeso, seguindo padrões internacionais, e 5% das crianças estão como obesidade mórbida. “Somente a mudança de hábitos e a prática de exercícios podem mudar esse quadro. Só mudar a alimentação não basta. Temos de controlar a carga energética para que as crianças percam peso”, explicou. O prefeito Barjas Negri disse que “é importante essa visão ampla de educação para que possamos melhora toda a rede de ensino infantil. Por isso o valor imenso dessas atividades, onde há a troca de experiências e o aprimoramento técnico para seguirmos adiante, sempre agregando forças e estendendo essas conquistas à comunidade”. A secretária de Educação, Angela Correa, cumprimentou todas as professoras, coordenadoras e diretoras pelo trabalho e disse que o mais importante é topar o desafio e trabalhar em equipe. “Na Educação temos profissionais que não medem esforços e trabalham com garra para a realização do que foi planejado. O outro lado é percebermos que as crianças levam esses conhecimentos para a vida adulta e serão adultos melhores, com melhor qualidade de vida”. Ressaltou que “nada disso se faz sozinho”. O vereador Pedro Kawai destacou também a importância da mudança de hábitos e do trabalho permanente para que as crianças compreendam a diferença na qualidade de vida quando se tem uma alimentação balanceada e saudável. “Mexer em hábitos alimentares não é fácil e exige muito esforço, porque não envolve apenas a criança, mas também seus familiares. O fato de as crianças levarem esse conhecimento para casa é importante, mas os pais também precisam ser convencidos disso, para que todos ganhem. Por isso eles precisam estar envolvidos nesse processo educacional, como foi a proposta do programa”, disse. Todas as 87 escolas de educação infantil da rede municipal participaram, com resultados favoráveis à proposta do programa. De acordo com Márcia Cardoso, nutricionista e coordenadora do CPAN, as atividades são desenvolvidas anualmente e o objetivo principal é despertar crianças, professores e pais de alunos para a importância da alimentação saudável, em contraponto aos alimentos utraprocessados (industrializados), principal causa da obesidade e problemas de saúde correlatas, com pressão alta, índice de colesterol elevado, problemas cardíacos e diabetes. Baseada nos resultados de uma pesquisa realizada com os pais para conhecer um pouco mais sobre os hábitos alimentares das crianças, a Escola propôs trocar os alimentos ultraprocessados como refrigerante, petit suisse (danoninho), macarrão instantâneo, por exemplo, por comida de verdade, incentivando as crianças e a família a ter novos hábitos. As vencedoras se destacaram nas suas ações dentro do tema proposto tendo como diferencial o alcance das ações, a criatividade e a inovação. SOBRE O PROGRAMA – O Programa Piracicaba com Saúde: é hora de comer melhor! visa a promoção da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil junto aos alunos, pais e familiares, por meio da capacitação de profissionais das duas pastas. A partir daí, os educadores desenvolvem ações com a equipe escolar, crianças e sua família, tendo como tema a alimentação saudável, dentro das diretrizes do Novo Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde (MS). Muitas das palestras aos pais e responsáveis pelos alunos, por exemplo, são realizados pela própria equipe da CPAN. Pedro Mello, Angela Correa, Márcia Cardoso, Barjas Negri, equipe da escola Enedina Lourenço Vieira e o vereador Pedro Kawai   Pedro Mello, Angela Correa, Márcia Cardoso, Barjas Negri, equipe da escola Beatriz Aparecida Defante e o vereador Pedro Kawai   Pedro Mello, Maria Selma Carneiro Batista, Angela Correa, Márcia Cardoso, Barjas Negri, equipe da escola Angelo Zoccante Filho e o vereador Pedro Kawai
‹ voltar