SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

.: Prefeitura vai reformar a EMEI Deolinda Elias Cenedese

27 de maio de 2022 • Ygor Oliveira

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Educação, publicou hoje, sexta-feira, 27/05, no Diário Oficial, a homologação da reforma da estrutura da EMEI Deolinda Elias Cenedese, no distrito de Artemis. Com investimento de R$ 705.687,08, a empresa Mazetto Construções LTDA será responsável pela reconstrução parcial da unidade escolar.

A obra na unidade escolar tem previsão de término de 180 dias, após a emissão da Ordem de Serviço (OS), e consiste na reforma completa do prédio principal da unidade escolar, como a construção de um novo telhado em parte do prédio, toda a estrutura hidráulica e elétrica, além da pintura e dos acabamentos, como a troca de pisos, de portas e janelas.

Com telhado descoberto, esposição ao tempo destruiu salas de aula e equipamentos da unidde escolar.

“As secretarias de Educação e Obras vem movimentando uma força-tarefa para garantir que as unidades escolares recebam as devidas melhorias. A comunidade da escola Deolinda Elias Cenedese espera há anos a conclusão das intervenções da unidade, tendo em vista que a antiga empresa deixou a obra sem terminar. No que depender do nosso esforço devolveremos a unidade revitalizada e pronta para receber os alunos”, pontua o secretário de Educação, Bruno Roza.

Prédio principal da unidade está interditado desde 2019, após abandono da empresa responsável pela obra.

O prédio principal da unidade escolar está interditado desde o final de 2019 por um problema no telhado. Foi iniciada uma obra para reconstrução do telhado, que foi abandonada pela empresa ganhadora da licitação logo após o início das atividades, deixando a parte do imóvel destelhado. A empresa alegou que, por conta da pandemia, os custos aumentaram e não foi possível finalizar a obra.

Empresa abandonou obra em 2019, e deixou escola descoberta, ocasionando danos estruturais e em equipamentos da unidade.

Por conta disso, toda a estrutura do prédio foi danificada, pois sem telhado, a parte interna do prédio ficou exposta ao tempo, o que ocasionou infiltração de água das chuvas nas paredes, causando mofos, danificando os pisos e destruindo equipamentos usados pela unidade.

Maria Cristiana Rocha, diretora da unidade, aguarda ansiosamente a reforma para retomar todas as atividades na unidade.

“A nossa escola aguarda ansiosa pela reforma para que possamos retomar as nossas atividades de forma integral. É essencial contarmos com uma estrutura de qualidade para que possamos melhor atender os nossos alunos”, destaca a diretora da unidade, Maria Cristiana Rocha.

Cerca de 140 alunos dos jardins estão sendo atendidos em salas improvisadas em chácara alugada perto da unidade escolar

Atualmente a escola atende cerca de 260 alunos de 0 a 5 anos. Sendo 120 alunos das turmas de berçário e maternal, na própria unidade escolar em um anexo separado do prédio principal onde foram realocadas algumas salas e parte da área administrativa da escola.

Para atender os demais alunos, cerca de 140 das turmas de jardim, no final de 2021, a Secretaria Municipal de Educação alugou uma chácara que foi adaptada para receber os alunos de forma correta e segura. Nessa chácara funcionam mais 5 salas de aula, banheiros e uma cozinha, além de uma área externa para atividades de lazer e recreação.

Com a reforma, todos os cerca de 260 alunos voltarão a frequentar o prédio da unidade escolar.

 

Texto/Fotos : Comunicação SME

‹ voltar