SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Prefeitura serve 970,1 mil refeições por mês na educação infantil

25 de setembro de 2018 • André Cruz

 

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Divisão de Alimentação e Nutrição, serve, por mês, 970.186 refeições para as crianças atendidas nas 89 creches e pré-escolas. Esse número representa uma média de 42,1 mil refeições por dia para 18.879 crianças matriculadas nos períodos integral e parcial. Para as crianças que permanecem em tempo integral, são servidas quatro refeições diárias e para as que frequentam o período parcial, são servidas duas refeições diárias.

Para que o PAE (Programa de Alimentação Escolar) seja executado dentro das diretrizes estabelecidas pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), a prefeitura conta com uma estrutura administrativa composta por 50 servidores municipais que atuam como nutricionista, orientador de serviços de alimentação, armazenistas, escriturários, motoristas e agentes administrativos, além das 344 merendeiras concursadas que atuam diretamente nos lactários e cozinhas das unidades escolares, as quais recebem capacitação periodicamente e são acompanhadas pelas nutricionistas e orientadoras de alimentação escolar.

Importante frisar que todos os procedimentos relacionados à manipulação dos alimentos respeitam as legislações estabelecidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o que garante a qualidade sanitária da alimentação.

A prefeitura fornece ainda frota composta por oito veículos para o abastecimento das unidades escolares, todos os equipamentos e utensílios de cozinha, equipamentos de proteção individual, uniformes para as merendeiras, produtos de limpeza, carga e vasilhames de gás e embalagens.

O cardápio é elaborado levando-se em consideração as recomendações nutricionais preconizadas pelo PNAE para cada faixa etária. A quantidade de alimento servida respeita as necessidades individuais o que garante o direito a repetição.

Nos últimos 15 anos, as refeições servidas ganharam em qualidade com a eliminação de produtos artificiais, embutidos, frituras e alimentos processados, dando lugar a produtos mais saudáveis como, por exemplo, frutas e hortaliças.

Embora os professores das unidades escolares tenham como uma de suas responsabilidades o acompanhamento da criança nos horários de refeição, o papel da família também é fundamental para a aquisição de bons hábitos alimentares.

 

RECURSOS

 

A Prefeitura conta com a participação financeira do governo federal, através do Fundo Nacional de Alimentação Escolar, porém a verba repassada é somente para gastos com gêneros alimentícios.

A previsão de repasse do FNDE para este ano, para a educação infantil, é de R$ 3,4 milhões, porém a previsão de gastos é de R$ 19 milhões somente com mão de obra e gêneros. Caberá a Prefeitura a contrapartida no valor de R$ 15,5 milhões.

O PNAE é acompanhado e fiscalizado diretamente pela sociedade, por meio dos Conselhos de Alimentação Escolar (CAEs), pelo FNDE, Tribunal de Contas da União (TCU), pela Secretaria Federal de Controle Interno (SFCI) e Ministério Público.

Os valores per capita repassados para aquisição de gêneros alimentícios são os seguintes:

  1. a) R$ 0,53 (cinquenta e três centavos de real) para os alunos matriculados na pré-escola
  2. b) R$ 1,07 (um real e sete centavos) para os alunos matriculados em creches (período integral)

TABELA DE REFEIÇÕES SERVIDAS:

Programas Desjejum Merenda Lanche Almoço Jantar Total Refeições (mensal) Total Refeições (diária)
Infantil 329.245 173.397 155.848 155.848 155.848 970.186 42.182

 

Fotos: Fernanda Schmidt

 

‹ voltar