SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

.: Prefeitura finaliza licitação e nova contratada assume merenda escolar

6 de abril de 2022 • Ygor Oliveira

Contrato é de 48 meses; município fornece aproximadamente 400 mil refeições/mês que beneficiam cerca de 18 mil alunos

A empresa Starbene Refeições Industriais Ltda venceu a licitação e é a nova contratada para fornecimento de merenda escolar em Piracicaba. A empresa foi a vencedora do pregão eletrônico n°48/2022 e iniciará suas atividades nos próximos dias. A publicação está no Diário Oficial de hoje, 06/04. O contrato, no valor de R$ 72.389.616,00, é válido para os próximos 48 meses, podendo ser aditado por mais 12 meses, e prevê o atendimento de 51 unidades de Ensino Fundamental e 7 Centros de Atendimento Sócio Educativo (Case). O município fornece, por mês, aproximadamente 400 mil refeições, que beneficiam cerca de 18 mil alunos. As refeições são distribuídas em desjejum, almoço, merenda e jantar.


Contrato com a nova empresa será de quatro anos com atendimento para cerca de 18 mil alunos

“É missão da Secretaria Municipal de Educação garantir uma merenda de qualidade aos nossos alunos. Tratamos o assunto como prioridade e o abastecimento das escolas está garantido”, frisa o secretário municipal da Educação, Bruno Roza.

A empresa Starbene Refeições Industriais Ltda integra um grupo de empresas voltadas à alimentação, que atua no mercado há mais de 20 anos, em várias cidades do Estado de São Paulo.


Serão atendidos 51 escolas municipais e 7 CASE – Centro de Atendimento Sócio Educativo

LICITAÇÃO – A Prefeitura de Piracicaba publicou o edital do pregão eletrônico n° 48/2022 no dia 10/02. A rodada de disputa de preços aconteceu no dia 23/02 e contou com a participação de 19 empresas.

Após a disputa, houve recurso por parte das empresas participantes, que foi indeferido pela Procuradoria Geral do Município e o processo seguiu com os trâmites legais.

A empresa vencedora assume o fornecimento em definitivo no município, após três contratos emergenciais realizados no período da pandemia.

 

Texto: Ygor Gimenez/SME | Foto: Fabio Lisboa/SME

‹ voltar