SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Escolas municipais de Ensino Fundamental avançam no Ideb

3 de setembro de 2018 • André Cruz

Piracicaba manteve o processo de evolução da qualidade de ensino oferecido aos alunos da rede municipal. O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) das escolas municipais de Ensino Fundamental divulgado pelo MEC (Ministério da Educação) nesta segunda-feira evoluiu de 6,5 em 2015 para 6,8 em 2018 (valores médios). Essa nota é superior ao índice médio do País, que é de 5,8, e a média do Estado de São Paulo de 6,5.

A nota confirma a progressão do desempenho dos alunos da rede municipal ao longo dos anos. Em 2005, o Ideb das escolas municipais foi 4,7, que passou para 4,6 em 2007, subiu para 5,6 em 2009, 5,9 em 2011, 6,3 em 2013, 6,5 em 2015 e 6,8 em 2017, representando um crescimento de 44,6% no índice desde que o mesmo passou a ser calculado.

Desde 2009, as escolas municipais ficaram acima da meta estabelecida. Naquele ano, a projeção era Ideb de 5,1, em 2011 de 5,5, em 2013, de 5,8, em 2015 de 6 e, em 2017, de 6,3. O Índice atual já é maior do que a meta projetada pelo MEC para o ano de 2021, que é de 6,7.

Entre as 46 unidades de Ensino Fundamental, a nota mais alta foi atribuída à EM Alberto Thomazi: 8.0, seguida pela EM Joaquim Carlos Alexandrino de Souza, com nota 7.9 e EM Ilda Jenny Stolf Nogueira, com nota 7.7. No total, 15 escolas tiveram Ideb acima de 7 pontos.

O Ideb tem o objetivo de mensurar o desempenho do sistema educacional brasileiro a partir da combinação entre a proficiência obtida pelos estudantes no Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) e a taxa de aprovação, indicador que tem influência na eficiência do fluxo escolar.

Saeb

Na quinta-feira, 30, o Inep (Instituto Nacional de Edudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou os resultados do Saeb. A avaliação mostra que os alunos da rede municipal têm desempenho acima da média nacional.

O desempenho das cidades, dos Estados e a média geral do País é medido por graus de proficiência que vão do nível zero ao nível 9. São avaliados os aprendizados de língua portuguesa e matemática dos alunos de 5º ano do Ensino Fundamental, do 9º ano do Ensino Fundamental e 3ª e 4ª séries do Ensino Médio.

A rede municipal de ensino tem 3.160 estudantes no 5º ano do Ensino Fundamental. Eles conseguiram pontuação de 244 em matemática e 230,2 em língua portuguesa. Os números são próximos à média do Estado de São Paulo, que ficou com 241,8 pontos em matemática e 230,3 pontos em língua portuguesa.

Essa pontuação insere tanto a cidade como o Estado no nível de proficiência 5. A média do país foi 224 pontos em Matemática e 215 pontos em língua portuguesa nesta etapa de ensino, que coloca o Brasil no nível de proficiência 4.

“Esses números indicam que estamos no caminho certo, porque corroboram o aprimoramento da nossa qualidade de ensino. O grau de proficiência 5, no qual estamos inseridos, mostra que o desempenho dos nossos alunos está acima da média nacional. Ainda assim, a política educacional proposta pelo prefeito Barjas Negri é de constante evolução e estamos trabalhando para melhorar ainda mais”, disse a secretária municipal Angela Jorge Correa.

 

A Secretaria Municipal de Educação cumprimenta todas as escolas de Ensino fundamental, professores, servidores e equipes dirigentes de especialistas pelos excelentes resultados, coordenação geral, supervisores, coordenadores de formação continuada, coordenadores e todas as equipes de apoio e planejamento, pelo resultado obtido em mais esta relevante avaliação externa.

Foto: Fernanda Schmidt

‹ voltar