SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Escolas da Rede Municipal receberam orientações sobre escorpiões

6 de setembro de 2017 • Rafaela Gazetta

Encontro aconteceu na manhã de hoje, 6/09, no Anfiteatro da SME

A secretária municipal de Educação Angela Corrêa e orientador pedagógico do CCZ Márcio José Ermida

Na manhã de hoje, 6/09, as diretoras, merendeiras e serviços gerais das escolas de educação infantil e de ensino fundamental receberam orientações sobre como prevenir o contato com escorpiões. Os encontros aconteceram às 8h e às 9h30, no anfiteatro da Secretaria Municipal de Educação.

As orientações iniciais foram feitas pelo orientador pedagógico do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Piracicaba Márcio José Ermida, que explicou como é a alimentação, o abrigo, a reprodução destes aracnídeos e as medidas de prevenção. “É preciso vedar todos os ralos com telas de nylon sob as grelhas, usar ‘cobrinhas’ de areia nas soleiras das portas, vedar também as frestas das casas que possibilitem a entrada e o abrigo desses animais e vistorias roupas, toalhas e calçados antes de usá-los”, ressaltou.

Além disso, esteve presente no encontro a coordenadora do Setor de Saúde do Escolar Sueli Araújo, que reforçou as medidas a serem tomadas em caso de picada de escorpião. “Em primeiro lugar, a escola deve acionar o Samu, em seguida a família e depois o Saúde do Escolar. É preciso manter as fichas de saúde do aluno sempre atualizada”, afirmou.

Sobre –  Os escorpiões são animais da classe dos aracnídeos, assim como as aranhas e os carrapatos. São animais peçonhentos, que inoculam seu veneno na presa, através do último segmento da cauda, denominado “télson”. No Brasil, a espécie que causa mais acidentes graves é a do escorpião amarelo ou Tityus serrulatus, bastante comum em Piracicaba.

O escorpião, que se alimenta principalmente de insetos, se adaptou muito bem nas cidades, vivendo no interior das galerias da rede de esgoto, que é um local onde encontra abrigo, alimento em abundância (baratas) e umidade. Além disso, nesses locais, não existem predadores da espécie, e é, na grande maioria das vezes, através da rede de esgoto que eles se deslocam e invadem as residências, ocasionando acidentes.

Os escorpiões podem viver também em beira de rios e terrenos, e se alojarem em entulhos, mas dificilmente sairiam daí para invadirem residências.

‹ voltar