SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Aulas na rede municipal começam nesta quinta-feira

31 de janeiro de 2018 • André Cruz
São 18.682 alunos no Ensino Infantil em 89 escolas e 16.870 crianças em 46 escolas do Fundamental   O ano letivo 2018 começa nesta quinta-feira (01) na rede municipal de ensino. 35.552 crianças voltam às aulas em 135 escolas. São 18.682 alunos no Ensino Infantil em 89 escolas - duas a mais que em 2017. Nesta etapa, 9.458 crianças estão em período integral e 9.224 em período parcial. Outras 16.870 crianças retornam às 46 escolas do Ensino Fundamental. Nesta quinta-feira, entram em funcionamento duas novas escolas da prefeitura. A EMEI (Escola Municipal de Ensino Infantil) Prof. Almir de Souza Maia, no Parque dos Ipês, vai atender 127 crianças de 0 a 5 anos. Das vagas iniciais, 96 são em tempo integral. Também nesta quinta-feira, começa a funcionar a EMEI Ada Dedini Ometto, na Vila Rezende, com 119 vagas para crianças de 0 a 3 anos nos períodos parcial e integral. Essa unidade também vai oferecer o horário diferenciado, das 8h30 às 18h30, para 21 crianças. Além dela, a EMEI São Vicente de Paulo, no Centro, oferece o horário diferenciado para 106 crianças. Dessa forma, a prefeitura ampliou o atendimento nesse horário em relação ao ano passado, um compromisso de campanha do prefeito Barjas Negri. A SME está atendendo plenamente a decisão judicial referente às vagas integrais na Educação Infantil conforme determinação judicial. “Defiro a tutela de urgência rogada e determino que todas as crianças que encerraram o ano de 2017 frequentando o período integral no ensino infantil tenham suas matrículas mantidas nessas condições para o ano de 2018, ainda que em unidades de ensino diversas, desde que não sejam mais distantes que dois quilômetros de suas residências, - observado o posicionamento jurisprudencial majoritário firmado por este Tribunal de Justiça -, ou, no caso de oferta de vaga em unidade mais distante, sejam-lhes fornecidos transporte público gratuito”, diz o despacho do juiz Rogério de Toledo Pierri, da Vara da Infância e Juventude. “Os responsáveis pelas crianças afetadas pela decisão, que estavam matriculadas em tempo integral em 2017 e foram classificadas para tempo parcial para 2018 pelos critérios da SME (Secretaria Municipal de Educação) devem entrar em contato com as escolas de origem, pois as (os) diretoras (es) estão indicando o local para a nova matrícula em tempo integral nas escolas da rede municipal, nos termos da decisão judicial”, informou a secretária municipal de Educação, Angela Jorge Corrêa.   Nova escola municipal no conjunto Parque dos Ipês atenderá 127 crianças de 0 a 5 anos
‹ voltar