SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Artigo: Brincar e realizar Esportes:  Infância Feliz e Saudável

7 de junho de 2019 • André Cruz

Por: Angela M.C. Jorge Corrêa, secretária municipal de Educação

De 27 a 31 de maio do corrente ano a rede municipal de ensino de Piracicaba realizou um movimento diferenciado em suas escolas, envolvendo alunos, professores, servidores, famílias e comunidades. Nessa semana foi realizada a “I Semana do Brincar” nas 89 escolas de educação infantil (creches), envolvendo 19.324 crianças de 0 a 5 anos, e nas 46 escolas de ensino fundamental foram realizados os “III Joguinhos Internos”, dos quais participaram 16.989 alunos de 6 a cerca de 11 anos. As 36.313 crianças matriculadas na rede municipal tiveram oportunidade de participar de jogos e competições, assim como participar de brincadeiras próprias da infância, sem recurso de tecnologias digitais, sob o tema da semana: Diversidade – o brincar que abraça a diferença.

Movimento que se iniciou com a realização do II Seminário de Práticas de Eventos Esportivos Escolares, realizado na Secretaria Municipal de Educação no início de março, com a presença de professores de educação física, coordenadores, diretores, supervisores e servidores de escolas municipais e, que contou com a parceria do SESC – Piracicaba e da Aliança para a Infância.

Escolas abriram suas portas para receber pais, familiares e comunidades, em que todos puderam interagir junto a seus filhos, tornando mais concreta a indispensável aproximação escola, família, comunidade. Foram momentos de aprendizagens mútuas, brincadeiras, esportes, desafios, interações, descobertas, com participação integrada e harmônica em todas as comunidades escolares.

Entre as diversas atividades desenvolvidas no âmbito dos joguinhos destacaram-se esportes como: arco e flecha, boliche, basebol de garrafa, pebolim gigante, corrida de revezamento, resgate, futebol, futsal, vassorobol, rouba bandeira, entre outros. Também algumas lutas, jogos de tabuleiro e interativos como paraquedas. Atividades em que os alunos se envolveram desde as escolhas, tempo, espaço e protagonismo, inclusive com a organização de equipes, definição de bandeiras e/ou brasões das mesmas, mascotes, sistematização de resultados, cerimoniais de abertura e de encerramento dos joguinhos, organização dos espaços das escolas, etc.. Muito trabalho em equipe e muita interação. Incluindo jogos de perguntas e respostas, envolvendo outras áreas do conhecimento e dessa forma incluindo todo o corpo docente e funcional das escolas. Além de caminhadas pelas ruas dos bairros com temas para conscientização, como Caminhada pela Paz e mesmo apresentações culturais.

Nas escolas de educação infantil, além das brincadeiras internas, inclusive com envolvimento de bebês, os pais foram convidados a estar nas escolas, nos horários que lhes fossem possíveis, para brincar com seus filhos. Desafio que grande parte atendeu e se mostrou presente, pois muitos pais brincaram de bola, casinha, gira mundo, corda, amarelinha, bambolê, escorrega no morro, dança de cadeiras e bexigas, corrida de bolinha no sopro, siga o mestre, pata choca, porquinho, entre outras.  Houve atividades em que a comunidade esteve presente em diálogos do brincar, em que cantigas clássicas da infância dos mais velhos foram resgatadas e entoadas em brincadeiras junto as crianças.

Nas escolas, pais e filhos interagiram/brincaram em conjunto, em construções com blocos de madeira, construção de brinquedos com materiais recicláveis, construção de pipas, resgate de brincadeiras de roda com músicas e cantigas populares e de sua infância, pintura e colagem, dobraduras e tantas outras atividades.

A semana transcorreu com muita dedicação e animação, envolvendo escolas, famílias e comunidades. Foi resultado de intenso trabalho de todo o corpo social das escolas e dos setores de apoio da rede municipal e que, por sua relevância, merece registro e cumprimentos, cujos maiores beneficiários foram/são os alunos/crianças da rede municipal de nossa cidade.

 

‹ voltar