SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRACICABA

Alunos se encantam com mais um ‘showcerto’ do projeto ABC do Do Ré Mi

2 de outubro de 2017 • Secretaria de Educação

Evento beneficiou aproximadamente 750 estudantes da Rede Municipal

Fotos: Fernanda Schmidt

Cerca de 750 crianças de 10 escolas de Ensino Fundamental da Rede Municipal assistiram, na manhã de sexta-feira, 29/09, a mais uma apresentação didática, os “showcertos”, do projeto ABC do Do Ré Mi, no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central.

O projeto, de iniciativa do maestro, diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica de Piracicaba (OSP), Jamil Maluf, é desenvolvido pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Educação, com o apoio da Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo (SemacTur). As apresentações, que tiveram início em maio deste ano, seguem até novembro sempre com duas sessões mensais, exceto nas férias escolares,  totalizando 4.890 crianças.

O roteiro foi elaborado pelas coordenações de educação infantil e de ensino fundamental da Secretaria de Educação. “É um investimento na formação. As apresentações são lúdicas, divertem e ensinam ao mesmo tempo. Para muitas crianças é a primeira ida a uma casa de espetáculos e o primeiro contato com a música clássica. É uma experiência de vida que nunca se esquecerão”, diz a secretária de Educação, Angela Jorge Corrêa.

Na opinião do maestro Jamil Maluf, o projeto é uma das formas de a Orquestra contribuir com a formação de plateia especializada em cultura. “A música permite interpretar o mundo de várias maneiras. Desperta a emoção, faz refletir, aguça a curiosidade e traz novas ideias. Assim, a Sinfônica de Piracicaba contribui com a formação cultural, assegurar a difusão e a valorização cultural. É um investimento no futuro, mas é também no presente”, explica.

O roteiro do ABC do Dó Ré Mi começa com 18 músicos, numa típica apresentação sinfônica, até que um espectador inconveniente e cheio de dúvidas interrompe a performance para fazer seus questionamentos. Ele tenta convencer o maestro, de todas as formas, de que possui aptidão para reger o grupo. As intervenções cômicas estão aos cuidados do ator Romualdo Sarcedo e a interpretação de maestro fica com o violinista Luís Fernando Dutra.

Apropriando-se da linguagem do humor, o ABC do Dó Ré Mi costura música e teatro para apresentar as diversas famílias dos instrumentos e a formação de uma orquestra. Instrumentos de brinquedo são incorporados à cena. Canções conhecidas do público infantil também são apresentadas, como os temas musicais do game Mario Bros e da animação Frozen – Uma Aventura Congelante, além de músicas conhecidas do universo infantil, como Marcha Soldado.

O PÚBLICO – Os alunos do 5º ano A da E.M. Professor Thales Castanho de Andrade assistiram a apresentação pelo segundo ano, mas a ansiedade tomou conta da turma mesmo assim. Os colegas de sala Willian Henrique e Lara Eduarda, 10 anos, acham o projeto interessante, diferente e muito legal. “Fiquei encantado da primeira vez que eu vim, no ano passado, e esse ano estou curioso também”, disse Willian.

Já as colegas Maria Eduarda Franzol e Scarlat Isabele, 10 anos, da E.M. Professora Ilda Jenny Stolf Nogueira, pisaram no teatro pela primeira vez, e a apresentação da OSP também foi inédita. “Estou emocionada. O único contato que tive com os músicos da Orquestra foi durante o Música nas Escolas. O projeto é demais”, afirmou.

Maria Eduarda Franzol e Scarlat Isabele, 10 anos, da E.M. Professora Ilda Jenny Stolf Nogueira

Os Alunos do 5º ano A da E.M. Professor Thales Castanho de Andrade

 

‹ voltar